Usando “cpuwatch” para manter o servidor tranquilo!

Padrão

Quem administra servidores linux sabe do perrengue que é ter que executar uma tarefa pesada (restaurar um backup pesado, remover uma pasta grande, etc) em horário comercial. O load vai subir, o servidor vai se tornar lento e se não travar.
Quem trabalha com o Cpanel, tem o cpuwatch disponível. Em poucas palavras, você diz o máximo que o load do servidor pode chegar ao executar um comando. Quando o load atinge a marca definida, a execução do comando é pausada até que o load se restabeleça. Muito bom, não?
Aos que ficarão curiosos sobre a utilização deste script, deixo este link: http://thesystemadministrator.net/cpanel/running-processes-with-cpuwatch-on-cpanel

10 coisas pra fazer antes de morrer/antes do 30

Padrão
10 coisas para fazer antes de morrer: plantar uma árvore #ounao!

10 coisas para fazer antes de morrer: plantar uma árvore #ounao!

 

Ah, quem nunca se pegou lendo uma lista destas? Na minha opinião, a mais clássica é: plantar um árvore! Tem em toda lista! rs!

Mas eu acho essas listas tão complicadas e tão aquém a minha vontade própria. Sinceramente, antes de morrer eu quero ter entendido como faz pra uma casa ficar de pé, assistir uma cirurgia maneira, bater um papo com alguém que eu muito admire, levantar um muro, colocar uma porta, etc.

As vezes a lista incluí: tomar um porre. Como uma pessoa se preocupa em saber o que é tomar um porre e não tem o mínimo interesse em descobrir mais sobre o que lhe rodeia? É muito mais interessante entender a razão de você espirrar do que tomar um porre. Pelo menos pra mim…

Só sei que eu não vou montar uma lista. Simplesmente, vou buscar aprender sempre que encontrar algo que me interessa. Quando eu completar 100 anos, eu quero poder dizer que tive a oportunidade de fazer e aprender sobre várias coisas que esbarrei pela vida. TI é minha paixão e profissão, mas isso não me impede de aprender como fazer uma sutura ou como levantar uma parede. Quem sabe isto até me ajude a pensar “fora da caixinha”.

Só pra constar: colocar um porta eu já fiz! rs! Next one…

Chega a hora, que é preciso deixar nas mãos dos melhores.

Padrão

Vai chegar um dia na sua vida e/ou na vida de sua empresa que você precisará deixar de fazer pra entregar a quem sabe melhor. A gente, principalmente da área de TI, aprender a fazer de tudo um pouco. Mas não dá pra ser excelente em tudo. Quando chegar o momento em que você/sua empresa precisar do melhor. Não exite em obter o melhor. Tem horas que o bom já não é mais suficiente.

Home office não é este paraíso todo!

Padrão

Eu digo que home office não é nenhum paraíso e a humanidade quase me prega numa cruz! rs!

Home office é muito bom sim. É ótimo acordar e não perder horas no trânsito, não pegar ônibus lotado, etc. A gente também tem um pouquinho mais de flexibilidade de horário. Mas, não é só isso! Veja:

Pra começar, é muito difícil obedecer a si mesmo. Como não tem ninguém pra te mandar fazer algo, você tem total liberdade para não fazer ou deixar pra depois. Só que deixar pra depois ou não fazer não é o certo. Apesar de estar em um escritório que fica na sua casa, você esta ali para trabalhar. E trabalhar o quanto antes. Aí vem o pensamento: se eu estivesse dentro de uma empresa e com um chefe me cobrando isto, eu estaria fazendo.

Pior do que obedecer a si mesmo, é fazer o MUNDO entender que você não está em casa de bobeira. As pessoas acham que você é sustentado pelo governo/pais/namorada/esposa e que podem lhe pedir favores mirabolantes, pois você não vai estar trabalhando ou porque você simplesmente: está em casa. Pior é quando dizem: “Eu vou estar no trabalho, então, você poderia…”. Eu não vou xingar aqui, mas eu juro que penso em alguns.

Ainda tem aqueles dias que você dormiu as 2h da manhã e na hora de acordar, pensa: humm, bem que eu poderia ficar aqui. Afinal, ninguém vai me cobrar mesmo! Mas você tem que trabalhar. Seu sucesso profissional está totalmente ligado à sua disciplina. Acordar cedo e ter hora para terminar de trabalhar é extremamente importante.

Bem, vou parar de reclamar.

Enfim, eu não estou dizendo que não gosto de trabalhar em home office. Gosto muito. Só estou mostrando o avesso de uma moeda que todo mundo só vê benefícios. Os benefícios são enormes. Mas também tem seus contratempos. 😉

 

O Shell do Linux – Dicas importantes

Padrão

Resumindo o resumo: O Shell é o programa que faz a intermediação entre o usuário e o Kernel do Linux. Existem diversos programas que fazem isto. O BASH é o mais usado. Agora, nada de confundir mais o que é bash e o que é shell! 😉

O Shell possuí algumas variáveis pré-definidas, que modificam as informações que são exibidas no prompt. São elas: PS1 e PS2

A variável PATH

Talvez você já esteja um pouco habituado com o shell mas não saiba que existe a variável PATH e qual a função dela. Bem, a variável PATH guarda uma lista de diretórios que serão utilizados para buscar um determinado programa, que você chama sem digitar seu caminho completo. Por exemplo:

Você digita: zip -r arquivo.zip /home/diretorio

O zip é um programa instalado na máquina para compactar arquivos. O shell busca por este programa nas pastas listas no path para executá-lo. Legal, não?

“.”, “..”, “/”, e “~”

O que significa o ., ou .., ou / e o ~ é simples assim:

. = Faz menção ao diretório corrente. Vamos supor que estamos trabalhando no diretório /home/humberto. Se eu fizer isto:

zip -r arquivo.zip ./

Eu estou dizendo ao comando “zip” para criar um arquivo chamado “arquivo.zip” e colocar todo o conteúdo do meu diretório atual (.).

.. = Faz menção ao diretório exatamente anterior (acima)  ao meu diretório atual. O mesmo comando do exemplo acima com .. :

zip -r arquivo.zip ../

Eu estou dizendo ao comando “zip” para criar um arquivo chamado “arquivo.zip” e colocar todo o conteúdo do diretório anterior ao meu diretório atual (..).

/ = Faz menção ao diretório raiz. Usando o mesmo comando de exemplo:

zip -r arquivo.zip /

Será compactado tudo que está dentro do diretório raiz. Ou seja, tudo!

~= Faz menção ao seu diretório home. Um exemplo legal, é poder usar ~nomedousuario para acessar o diretório home de outro usuário. Também pode ser aplicado ao exemplo exibido acima.

Comando history e .bash_history

Digite “history” no shell e ele irá listar todos os comandos que você já digitou no prompt. Muito legal, não? Bom para rever aquele comando digitado. Bom também pra fazer uma auditoria. .bash_history é o arquivo que armazena estas informações. Ele fica dentro do diretório home do usuário.

Sabe por que o .bash_history começa com “.”? É assim que linux define um arquivo/diretório oculto 😉

Enfim, fiz este post como exercício para meus estudos em linux. Fui bem sucinto, mas acho que já valem as informações.

Certificação Linux – E lá vamos nós (eu, no caso)

Padrão

Tá decidido, vou atrás da minha certificação em administrador de servidor Linux! Aliás, isso já está decidido a um tempo e eu já venho estudando de forma modesta! Mas agora, “a porra ficou séria” e eu vou buscar ajuda de um curso online!

Quando eu tiver meu certificado, faço questão de posta-lo aqui! Mas antes disso, eu irei postando meus progressos!